A Manutenção de Equipamentos no Setor Sucroalcooleiro

sucroalcooleiro-maquinas-equipamentos

A manutenção de equipamentos se faz de suma importância em uma usina pelo simples fato de que o reparo de uma máquina causa um grande dispêndio por parte da empresa. Para minimizar os efeitos financeiros provindos desse problema, as empresas devem investir no monitoramento dos equipamentos e na análise de informações, que devem ser redirecionadas para uma estação central de manutenção. Isso ajuda muito na hora de prever um possível problema que venha a ocorrer.

De forma geral, as indústrias sucroalcooleiras aumentam observação quanto à manutenção dos equipamentos durante o período de entressafra, que ocorre em um período que gira em torno de quatro meses (entre o final de dezembro e abril). Durante a entressafra, a usina fatura apenas uma pequena parte do total anual, entre 4% a 5%, o que justifica a manutenção, pelo fato de que um problema durante a safra acarreta em um prejuízo muito maior para a empresa. Quando ocorre o atraso da colheita, um menor tempo estará disponível para as usinas realizarem a manutenção. Todos os anos as empresas que se responsabilizam pela manutenção de equipamentos da usina são contratadas no período de entressafra.

A maior vantagem que pode ser retirada da manutenção regular dos equipamentos de uma usina é com a economia futura, com reparos ou imprevistos que venham a ocorrer no processo de moagem. A utilização de uma manutenção preventiva pode reduzir os sustos, uma vez que é possível prever e tomar ação quanto a defeitos nos equipamentos industriais. Isso faz com que o valor gasto com uma intervenção seja reduzido e também diminui os custos com estoque de peças, evitando-se dessa forma uma perda de produtos por uma parada não programada.

As usinas possuem uma operação constante, sem pausas, o que faz com que seja necessário programar datas para que sejam realizadas manutenções nos equipamentos. Como o fator tempo eleva o percentual de problemas com o desgaste das peças, deve ser realizado um trabalho preventivo para evitar prejuízos advindos de uma parada ou quebra de um equipamento durante o processo de safra.