Mercado agropecuário tem perspectiva de crescimento para 2016

Mesmo com a crise que afeta a conjuntura econômica do País, o setor de agropecuária deve ter um crescimento de 1,5% a 2% para este ano, segundo o Ministério de da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Além disso, o segmento também apresentou pontos positivos em relação à produtividade como, por exemplo, o aumento da produção devido à tecnologia.

Segundo os indicadores dos Estados Unidos, o ano de 2015 deve ter gerado um ritmo de crescimento de 2% em comparação com outros setores. A probabilidade é que tenha um aumento maior para os próximos períodos, por meio de ampliação e investimento no setor.

Apesar dos momentos de crise, o esperado é que neste ano possa ter novos investimentos no segmento de agropecuária, a fim de melhorar o cenário atual e gerar mais crescimento para o setor.

A regularização fundiária também é uma das prioridades para 2016, uma vez que isso é fundamental para o país crescer e retomar a economia, para se desenvolver. As principais áreas já estão mapeadas e com isso espera-se gerar investimento e desenvolvimento.

Além disso, é necessário saber produzir e investir com qualidade, pois o agronegócio é um dos principais segmentos que geram emprego e renda para vários trabalhadores. Entretanto, é preciso saber usar os recursos de forma adequada e de acordo com a legislação ambiental.

O Código Florestal do Brasil permite o desmatamento em algumas áreas com licenciamento. Desta forma, para viabilizar a economia e investimento no setor, é preciso saber aproveitar e estimular de forma positiva o agronegócio no Brasil, para que o mercado possa crescer e gerar produtividade neste ano.